Voluntarie, trabalhe e viaje para
América do Sul

+ de 50.000 projetos

Comunidades locais, indivíduos e famílias

161 Países

para voluntariar, trabalhar e fazer um intercâmbio cultural

572897 Comentários

A comunidade líder mundialmente

Viagens baratas

Sem precisar pagar as comissões exorbitantes de agências

Trabalho voluntário na América do Sul - viagem barata no exterior – Workaway

Aqui no Workaway você encontrará 2734 anfitriões e organizações para trabalho voluntário em América do Sul.
Viagem barata sem precisar pagar as comissões exorbitantes de agências.


Viajar para regiões de América do Sul

  • Argentina  (409)

    Buenos Aires, Cordoba, Rosario, Mendoza, San Miguel de Tucuman

  • Bolívia  (66)

    Santa Cruz, La Paz, Cochabamba, Santa Ana, Oruro

  • Brasil  (311)

    Sao Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasilia, Salvador

  • Chile  (2015)

    Santiago, Concepcion, Valparaiso, Vina del Mar, Antofagasta

  • Colômbia  (2015)

    Bogota, Medellin, Cali, Barranquilla, Cartagena

  • Equador  (305)

    Guayaquil, Quito, Cuenca, Ambato, Machala

  • Guiana Francesa  (5)

    Cayenne, Kourou, Saint-Laurent-du-Maroni, Sinnamary, Roura

  • Guiana  (5)

    Georgetown, New Amsterdam, Linden, Corriverton, Bartica

  • Paraguai  (19)

    Asuncion, San Lorenzo, Ciudad del Este, Encarnacion, Coronel Oviedo

  • Peru  (277)

    Lima, Callao, Arequipa, Chiclayo, Trujillo

  • Suriname  (3)

    Paramaribo, Cottica, Nieuw Nickerie, Moengo, Brokopondo

  • Uruguai  (130)

    Montevideo, Rivera, Salto, Punta del Este, Paysandu

Oportunidade de voluntariado de última hora

Aqui encontrará 48 oportunidades de última hora para voluntariar em América do Sul com anfitriões que indicaram que precisam de ajuda imediata.

Slides de cometários Workaway

Existem 21069 comentários para 2015 Anfitriões e organizações de América do Sul.
2015 Anfitriões de América do Sul foram classificados no mínimo 4.9/5!

I had the greatest time up in the hills of Cáqueza with David and Francy. They both were so welcoming allowing me into their home, which was very insp...

Saiba mais...

I had a great experience in this Hostal!!
It's a lovely space, super clean and Gustavo, the owner, is always available for yourself or his guests.
I s...

Saiba mais...

Ushuaia foi una hermosa sorpresa, por el lugar y por la experiéncia que tuve con Leda y su familia! Desde principio tuvimos una buena comunicación, co...

Saiba mais...

¡Fue una gran experiencia! Gustavo es un gasto muy amable, acogedor y sonriente. Un gran lugar para disfrutar de esta ciudad junto al mar. Punta Arena...

Saiba mais...

I have stayed for a week with Lucie and Bruno. I learned so much about gardening, sustainability and how nice is to be a part of a community that supp...

Saiba mais...

Cadastrar como um Anfitrião

Cadastrar-se como um anfitrião no workaway.info é totalmente grátis.

Workaway.info foi estabelecido para promover e incentivar a troca e o aprendizado. Anfitriões e Workawayers devem estar interessados em fazer um intercâmbio cultural e compartilhar experiências. Eles devem conseguir disponibilizar um ambiente acolhedor para os visitantes, assim como oferecer acomodação e alimentação.

Cadastre-se para ser anfitrião

Benefícios Workaway

Suporte 24 horas para membros
Membros pagantes têm acesso 24 horas à nossa dedicada equipe de suporte.
Carta de referência pessoal
Os assinantes podem solicitar uma carta de referência pessoal mostrando os comentários feitos pelos anfitriões durante seu trabalho voluntário pelo Workaway.
Receba dicas e conselhos para montar o seu perfil
Um membro de nossa equipe vai verificar o seu perfil e dar dicas de como destacar suas habilidades para os anfitriões
Encontrar no mapa anfitriões e Workawayers que estão perto de mim
Veja quem está por perto e envie uma mensagem direta.Fale, encontre e conecte-se com pessoas que pensam como você
Fale com seu assessor pessoal pelo chat ao vivo
Os membros podem falar com um integrante de nossa equipe responderá as perguntas em tempo real
Conecte-se com outros viajantes
Ache parceiros de viagem com interesses em comum. Associem perfis para visitar anfitriões e explorar seu destino juntos!

Anfitriões e organizações populares em América do Sul

Outros (237)

Escola (113)

América do Sul

A América do Sul é um continente de superlativos: ele tem a maior floresta tropical do mundo (a Amazônica), o maior rio do mundo (o Amazonas), a cordilheira mais alta fora da Ásia (os Andes), a cachoeira mais alta do mundo (Salto del Ángel na Venezuela, com 979 m) e uma das maiores cataratas do mundo (as Cataratas do Iguaçu, na fronteira entre Argentina, Brasil e Paraguai). Por fim, mas não menos importante, a cidade mais ao sul do planeta: Ushuaia.

Também é um continente de contrastes: de cidades populosas e movimentadas como São Paulo e Rio de Janeiro, no Brasil, às remotas Ilhas Galápagos, no Equador; do deserto do Atacama, quente e seco, às paisagens geladas da Patagônia e da Terra do Fogo. Por estar entre o Caribe e os oceanos Pacífico Sul e Atlântico Sul, há também várias praias, tanto paraísos tropicais tranquilos quanto locais espetaculares para surfar.

Mas não há como evitar: é um continente muito grande, com cinco fusos horários entre os países e mais de 7.500 km para percorrer de norte a sul. Qualquer exploração vai levar tempo, então que bom que temos o Workaway e os muitos anfitriões espalhados por todo o continente! Os voluntários do Workaway podem economizar enquanto exploram todos os países da América do Sul. Tenha um verão inesquecível ou um ano sabático inigualável, faça a diferença, aprenda novas habilidades, conheça pessoas e faça amigos para a vida toda.


Viagens baratas na América do Sul

Os países da América do Sul costumam ser amigáveis, e o setor do turismo tem crescido muito recentemente. Cada país tem seu próprio charme e não faltam atrações turísticas, por isso pode ser difícil decidir quais lugares você quer visitar. Mas não precisa se preocupar muito com o orçamento, viajar pelo continente geralmente não sai caro. Voluntariar-se com o Workaway reduz os custos com acomodação e comida, e entre suas viagens de trabalho voluntário você pode aproveitar as dicas de como viajar sem gastar muito de Workawayers veteranos, para ajudar a cortar gastos.


Clima na América do Sul

Por causa do tamanho, o clima na América do Sul varia muito de região para região. Apesar disso, o clima tropical é o predominante, com exceção da Patagônia (o trecho mais ao sul dividido entre Argentina e Chile), onde o clima é variado e muitas vezes extremo. E mais ao norte, ao chegar nos Andes, as temperaturas caem. É bom viajantes do hemisfério norte se lembrarem que o verão vai de novembro a fevereiro na América do Sul, e o inverno vai de junho a agosto. Pesquise o clima da área que você planeja visitar e prepare sua bagagem de acordo. Visite nosso blog para ver truques de como fazer as malas e outras dicas e conselhos de Workawayers veteranos, e continue lendo para ver mais dicas específicas sobre a América do Sul.


Enorme diversidade na América do Sul

Doze países de diversos tamanhos compõem a América do Sul. O Brasil é o lar de mais da metade da população, cobre cerca de metade da área total do continente e tem como língua nativa o português. O idioma oficial de Argentina, Bolívia, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela é o espanhol, mas muitos idiomas indígenas também são falados. Na Guiana, Suriname e Guiana Francesa fala-se inglês, holandês e francês, respectivamente. Essas diferenças linguísticas são resultado das diferentes histórias de colonização de cada país, mas a terra também é marcada por vestígios de civilizações antigas, povos indígenas do passado e do presente, antigas comunidades de escravos africanos e muitos outros. Essas influências se misturam para criar uma cultura variada, moderna e próspera.

Quando for planejar sua viagem, lembre-se que, se quiser companhia, as áreas ao norte e nos litorais são onde mais pessoas vivem, especialmente no leste do continente. Se preferir explorar paisagens remotas e desertas, vá para o sul e para o oeste. Além desses conselhos básicos, temos algumas ideias de lugares a visitar e coisas a fazer na América do Sul para ajudar você a planejar sua viagem. Não vai ser fácil, são muitas opções incríveis! Escolha qual área explorar e navegue pelos quase 3.500 anfitriões que o Workaway tem por todo o continente para encontrar a base perfeita para sua viagem.


Destaques da América do Sul

Cultura moderna e antiga

As ruínas de civilizações antigas dividem o espaço com metrópoles de alto nível: veja a arquitetura moderna impressionante de Brasília, o estilo europeu de Buenos Aires, a cultura indígena autêntica de Cusco, a forte influência africana no Rio, a enorme comunidade japonesa em São Paulo, e vestígios dos conquistadores ibéricos em praticamente todos os lugares.

Alguns destaques:

  • Veja as pinturas rupestres mais antigas das Américas na Serra da Capivara.
  • Para ver a cultura indígena, locais da civilização inca como Sacsayhuaman e Machu Picchu estão entre os grandes destaques, e a remota Ilha de Páscoa, do Chile, é lar de uma das maravilhas arqueológicas da América do Sul: "Moai", as cabeças de pedra gigantes esculpidas em rocha vulcânica local, são relíquias surpreendentes e deslumbrantes de séculos atrás.
  • A época colonial teve forte influência na arquitetura da América do Sul, como é possível ver em cidades como Santiago (Chile), Antígua (Guatemala) e Quito (Equador), e o continente também tem monumentos modernos incríveis para se ver. Um dos mais famosos é o Cristo Redentor, no Rio de Janeiro (Brasil).
  • Os conquistadores trouxeram a fé católica para a América do Sul e inspiraram algumas igrejas e catedrais fantásticas. O Santuario de Las Lajas, na Colômbia, é uma igreja neogótica feita no estilo do norte da Europa. Ela foi construída sobre o desfiladeiro de um rio na encosta de uma montanha, com um pequeno riacho correndo por baixo. A antiga cidade de Cartagena abriga casas e edifícios públicos belíssimos, além de igrejas.
  • Dos gauchos na Argentina aos xamãs nos Andes, você terá a oportunidade de vivenciar diferentes culturas em qualquer lugar da América do Sul. Visite comunidades indígenas autênticas em Belém, Manaus, Cusco, Lima, La Paz.

Natureza selvagem e paisagem espetacular

A América do Sul conta com mais de 100 Patrimônios Mundiais da UNESCO: o Parque Nacional Iguaçu, no Brasil, as Ilhas Galápagos, o Parque Nacional Los Glaciares, na Argentina, Machu Picchu, no Peru... Mas ainda há muito mais para descobrir. Com milhões de quilômetros de floresta Amazônica e centenas de ilhas, muitos lugares ainda não foram tocados por humanos, e essa é uma das coisas que faz a América do Sul ser tão misteriosa e fascinante.

  • No que diz respeito à vida selvagem, não há lugar melhor do que a Bacia Amazônica, lar de mais de 1.400 espécies de mamíferos, incluindo onças e jaguatiricas, e mais de 1.500 espécies de pássaros. Com um guia experiente, é possível ver muitos desses animais, e há também muitas reservas e centros de conservação que podem ser visitados.
  • As isoladas Ilhas Galápagos estão no topo de várias listas de desejos. Por estarem separadas do resto do mundo, surgiu a distinção evolutiva que levou Darwin a desenvolver sua teoria em "A Origem das Espécies", e mergulhar aqui revela uma incrível variedade de espécies marinhas. Ao explorar a ilha a pé ou o litoral de barco, é possível ver outras espécies únicas, como a patola-de-pés-azuis, a tartaruga-gigante-de-galápagos e a iguana-marinha.
  • Conhecido como o local mais seco do mundo, o Deserto do Atacama é lindo e intimidador na mesma medida, e é difícil de acreditar que exista uma paisagem como o Valle de la Luna.
  • Visite o Salar de Uyuni no planalto boliviano. Depois das chuvas, você consegue ver o céu refletido na água até onde a vista alcança.
  • O lago Titicaca é o maior da América do Sul e também o maior lago navegável do mundo. Localizado nos Andes entre o Peru e a Bolívia, reza a lenda que foi lá que o Sol nasceu.
  • As paisagens montanhosas da América do Sul são espetaculares, e as Torres del Paine, no Chile, são apenas uma delas. As encostas íngremes dos picos se parecem com dentes em busca do céu. O gelado Parque Nacional Los Glaciares, na Argentina, é um Patrimônio Mundial da UNESCO do Período Quaternário. Veja como as geleiras criam icebergs no enorme Lago Argentino.

Festivais e dança

Quando se fala de festivais na América do Sul, a primeira coisa que vem em mente é o carnaval no Rio de Janeiro. Mais de dois milhões de pessoas vão à cidade todos os anos para participar da festa. O samba, a dança e os desfiles, com seus carros alegóricos, músicas e grupos de dança, são perfeitos para o auge do evento. Mas a América do Sul tem muitos outros festivais a oferecer, todos com música e dança, a oportunidade perfeita para interagir com os moradores locais.

  • Além do Rio, a festa em Barranquilla (Colômbia) e a comemoração influenciada pelo reggae em Salvador, na Bahia (Brasil) são ótimos lugares para curtir o carnaval.
  • A América do Sul também tem muitas celebrações em outras épocas do ano, como o festival Inti Raymi. Realizado em um local importante para os incas da cidade de Cusco, é um festival incrível cheio de música e cores, que celebra também a herança indígena da região.
  • Para quem ama cores e floricultura, a bela Feria de las Flores, na Colômbia, é um festival onde os produtores locais competem para mostrar suas melhores flores.
  • O ano novo aymara, perto da cidade de La Paz (Bolívia) é outro evento incrível que proporciona um espetáculo maravilhoso e uma festa alegre que os visitantes podem comemorar com a população local.
  • Medellín, na Colômbia, é um dos centros de salsa do mundo. Depois de dominar o básico e aprender os passos, você pode se aventurar nas pistas dos clubes de salsa locais.
  • Buenos Aires é outro destino incrível para dançar. Os profissionais da cidade podem parecer muito sérios durante o trabalho, mas o tango é sua grande paixão, e há vários lugares na cidade nos quais você pode aproveitar as apresentações públicas.

Lindas praias

Praia quase sempre é sinônimo de férias, e a América do Sul está cheia delas. Você vai encontrar algumas praias badaladas para cair na festa e outras tranquilas e menos movimentadas, onde você pode descansar e relaxar com sua família... Sem esquecer de todos os esportes aquáticos.

  • O Brasil tem uma infinidade de praias maravilhosas, incluindo Jericoacoara (ou Jeri), localizada em um parque nacional muito afastado, com uma enorme duna que é famosa pelo pôr do sol espetacular e pelo místico "brilho verde".
  • "Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça. É ela, menina, que vem e que passa..." O Rio tem dezenas de praias, grandes e pequenas, mas uma caminhada por Ipanema com a letra da famosa música tocando na sua cabeça é imperdível.
  • Montañita, no Equador, é uma praia popular e um dos melhores lugares para surfar no país, além de ter um público internacional.
  • Punta del Diablo é um ponto famoso entre mochileiros no Uruguai, que surgiu ao redor de uma vila de pescadores. Apesar do número de visitantes ter aumentado de forma constante, muitas pessoas ainda voltam para acampar entre os pinheiros e as dunas. Ao sul fica Cabo Polonio, declarado um parque nacional em 2009, com um povoado totalmente fora da rede, vida selvagem genuína, uma colônia de leões-marinhos e praias tranquilas ao redor do farol que dá nome ao local.
  • São muitas praias a explorar no norte da artística cidade de Valparaíso, no Chile, mas a mais bela e preservada delas é Zapallar. Ela fica em uma baía com formato de ferradura, com colinas arborizadas, mansões antigas e casas de veraneio de luxo.
  • As águas mais quentes do mar da Argentina ficam perto de Buenos Aires, com praias que se estendem por cerca de 800 km de costa, a maioria voltada para os campos baixos dos pampas. Apesar da aparência rústica de Cariló, perto do balneário de Pinamar, o povoado planejado é abastado. Ele abriga dunas, pinheiros que projetam sombras e a maioria das acomodações são pequenas casas de madeira.
  • O Peru costuma ser associado a ruínas antigas, belas cidades da época colonial e, mais recentemente, gastronomia. Mas também é um local badalado para surfar. Os 2.415 km de litoral no Pacífico têm vários picos de surfe ótimos e resorts tentadores. Confira Máncora no norte, com longas praias de areia limpa, cabanas baixas e pequenos hotéis, além de restaurantes excelentes. O lugar é popular para praticar kitesurf e surfe, mas as águas mornas costumam ser calmas.
  • A costa caribenha da Colômbia tem de tudo: águas mornas cor de esmeralda, redes e beija-flores. Apesar disso, ela ainda é relativamente desconhecida. Não deixe de visitar as praias do Parque Nacional Natural Tayrona.

Voluntariado na América do Sul

Workaway é a comunidade líder mundial de intercâmbio cultural e voluntariado. Quem está mochilando sozinho pela América do Sul terá várias chances para conhecer e se conectar com moradores locais, mas o Workaway também oferece muitas oportunidades para casais, amigos, famílias e grupos. Os vários anfitriões do Workaway oferecem aos voluntários acomodação e refeições gratuitas em troca de algumas horas de trabalho por dia, geralmente cinco dias por semana. É a forma perfeita de conseguir bancar sua viagem na América do Sul ou até prolongar sua estadia. O anfitrião perfeito está esperando por você, seja nas agitadas cidades multiculturais, ou nos locais remotos para mergulhar na natureza e na vida local da América do Sul. Não importa se você está explorando em suas férias de verão ou procurando uma aventura em um ano sabático, as oportunidades de voluntariado são quase ilimitadas. E nós garantimos que você vai aproveitar como nunca.

Voluntarie-se no exterior: encontre o anfitrião perfeito na América do Sul

Participando da comunidade Workaway, você pode usar os milhares de comentários e avaliações para encontrar o anfitrião perfeito para você. Compartilhe cultura, habilidades e idiomas com comunidades locais, projetos e famílias que oferecem uma ampla gama de programas, projetos e trabalhos voluntários. Se quiser fazer um mochilão pelo coração da América do Sul, use nosso filtro regional para ver muitas ofertas que ficam bem distantes dos pontos turísticos de sempre. Combinar essas oportunidades menos conhecidas a uma estadia com uma das várias famílias ou organizações cadastradas como anfitriões nas cidades e povoados da América do Sul é a forma ideal de aproveitar toda a diversidade do continente.

Viaje e faça a diferença

Quem não gosta de passar as férias em um badalado ponto turístico relaxante? Porém, viajantes com interesse em criar uma conexão mais profunda com o país que visitam e que querem realmente fazer a diferença encontrarão oportunidades perfeitas ao se cadastrarem no Workaway. Quer saber mais sobre as diversas culturas da América do Sul? Se voluntariar é a maneira perfeita de praticar o intercâmbio cultural: o viajante tem uma experiência inesquecível enquanto faz algo útil, como restaurar uma construção antiga, ajudar com tarefas domésticas ou cuidar de crianças ou animais. Ao trabalhar e viajar na América do Sul, você terá a oportunidade perfeita de conhecer esse continente único, os países que o formam, sua natureza e seu povo.

Trabalho e saúde na América do Sul

Se planeja visitar a América do Sul como voluntário e não como turista, você deverá ter o visto adequado para cada país. Para ter informações atualizadas, entre em contato com a embaixada do país que você planeja visitar localizada em seu país antes de viajar. E não se esqueça de contratar um seguro adequado para garantir assistência médica caso seja necessário!

É praticamente impossível fazer justiça a um continente do tamanho da América do Sul apenas com palavras, então é melhor fazer as malas e começar a explorar. Entre no Workaway e comece a planejar a sua viagem!