Voluntarie, trabalhe e viaje para
Tailândia

+ de 50.000 projetos

Comunidades locais, indivíduos e famílias

164 Países

para voluntariar, trabalhar e fazer um intercâmbio cultural

594692 Comentários

A comunidade líder mundialmente

Viagens baratas

Sem precisar pagar as comissões exorbitantes de agências

Trabalho voluntário na Tailândia - viagem barata no exterior - Workaway!

Aqui no Workaway você encontrará 189 anfitriões e organizações para trabalho voluntário em Tailândia.
Viagem barata sem precisar pagar as comissões exorbitantes de agências.


Viajar para regiões de Tailândia

Oportunidade de voluntariado de última hora

Aqui encontrará 9 oportunidades de última hora para voluntariar em Tailândia com anfitriões que indicaram que precisam de ajuda imediata.

Novidades da comunidade em Tailândia


Slides de cometários Workaway

Existem 2739 comentários para 163 Anfitriões e organizações de Tailândia.
163 Anfitriões de Tailândia foram classificados no mínimo 4.9/5!

Super expérience dans la ferme de Xavier. J'ai pu m'occuper des animaux, travailler au potager. J'ai aussi participé à la confection du pain et du fro...

Saiba mais...

I had a great time with this project! One of the best experiences you can have involving elephants. You will find great people to spend your days with...

Saiba mais...

I spent only one week at Muang Ngam village but it was an amazing experience! Father Peter was a friendly and kind host, always smiling and ready to s...

Saiba mais...

My best work away experience for sure.
Pure is super kind hearted, knowledgeable, generous and pleasant to be around.
He taught us concepts of sustai...

Saiba mais...

I spent 2 weeks here and had a great experience. Kleaw and Isaac were super welcoming and friendly. I really enjoyed getting to know them and the othe...

Saiba mais...

Cadastrar como um Anfitrião

Cadastrar-se como um anfitrião no workaway.info é totalmente grátis.

Workaway.info foi estabelecido para promover e incentivar a troca e o aprendizado. Anfitriões e Workawayers devem estar interessados em fazer um intercâmbio cultural e compartilhar experiências. Eles devem conseguir disponibilizar um ambiente acolhedor para os visitantes, assim como oferecer acomodação e alimentação.

Cadastre-se para ser anfitrião

Benefícios Workaway

Suporte 24 horas para membros
Membros pagantes têm acesso 24 horas à nossa dedicada equipe de suporte.
Carta de referência pessoal
Os assinantes podem solicitar uma carta de referência pessoal mostrando os comentários feitos pelos anfitriões durante seu trabalho voluntário pelo Workaway.
Receba dicas e conselhos para montar o seu perfil
Um membro de nossa equipe vai verificar o seu perfil e dar dicas de como destacar suas habilidades para os anfitriões
Encontrar no mapa anfitriões e Workawayers que estão perto de mim
Veja quem está por perto e envie uma mensagem direta.Fale, encontre e conecte-se com pessoas que pensam como você
Fale com seu assessor pessoal pelo chat ao vivo
Os membros podem falar com um integrante de nossa equipe responderá as perguntas em tempo real
Conecte-se com outros viajantes
Ache parceiros de viagem com interesses em comum. Associem perfis para visitar anfitriões e explorar seu destino juntos!

Anfitriões e organizações populares em Tailândia

Tailândia

"A incrível Tailândia" ou "a terra do sorriso", como é carinhosamente conhecida, é um destino popular para mochileiros e viajantes em férias desde os anos 1960. Voluntários do Workaway podem aguardar praias intocadas, parques nacionais, comida deliciosa e uma rica herança cultural. Bem no meio do Sudeste Asiático, é um ótimo ponto inicial para suas aventuras por ser fácil de chegar aos vizinhos, Laos, Camboja, Malásia e até Myanmar (Burma).

Na Tailândia há uma grande demanda por professores de inglês e ajudantes em hostels, mas há também várias oportunidades em fazendas sustentáveis, iniciativas de bem-estar social, retiros ecológicos e santuários para animais, entre outros. É possível combinar trabalho voluntário com viagens às ilhas, visitas a pontos de mergulho mundialmente famosos, festas nas praias, aproveitar as vistas e sons das cidades e explorar parques nacionais e florestas.

Além da diversidade de paisagens, o país também conta com uma grande diversidade de plantas e animais nativos. Por causa disso, a Tailândia criou 127 parques nacionais e 22 parques marinhos que conservam a rica flora e fauna do país.


Cultura tailandesa: Religião e etiqueta

O Budismo Theravada é essencial na cultura tailandesa desde o século XIII. São mais de 40 mil "wats" — um tipo de templo — e inúmeros Budas que se juntam às bandeiras da Tailândia para dar as boas-vindas aos viajantes! Cerca de 95% do país se considera budista Theravada, e a filosofia budista está sempre muito presente no dia a dia da população, principalmente na conduta em público.

Por isso, é muito importante sempre manter a calma, a positividade e ser amigável. Expressar emoções, especialmente a raiva, é visto com maus olhos. A forma tranquila e gentil de interagir com outras pessoas e a importância de ter um bom senso de humor e "sanuk" (se divertir) fazem da Tailândia um destino muito atrativo.

Porém, preste atenção aos pontos a seguir para não ofender os moradores locais: eles consideram que os pés são sujos, por isso é falta de educação usá-los para apontar para coisas, colocá-los sobre cadeiras ou mostrar as solas ao sentar no chão. Tire os sapatos quando entrar na casa de alguém.

A cabeça é considerada a parte mais sagrada do corpo, por isso é falta de respeito colocar a mão na cabeça de alguém.

Como em muitos países da Ásia, use a mão direita para dar objetos ou dinheiro para os outros, porque a mão esquerda está associada a funções do banheiro. É importante retribuir um sorriso ou uma saudação "wai".

É educado pedir permissão para tirar fotos com as pessoas, especialmente com monges. E é bom se lembrar que você talvez não possa tirar fotos em alguns lugares, como em templos, zonas de meretrício e áreas militares. Demonstre sempre o máximo de respeito pela família real.


Comida na Tailândia

A Tailândia é famosa pelos seus pratos deliciosos e coloridos, cheios de ingredientes exóticos, leite de coco, temperos e ervas aromáticas frescas. Um dos ingredientes básicos presentes na maioria das refeições é o arroz, e há milhares de variações, servidas com uma seleção de acompanhamentos saborosos, muitas vezes picantes, condimentos e molhos. Essa mistura de sabores e texturas de arroz com diferentes pratos essencial na culinária tailandesa é conhecida como "khluk".

A comida é temperada com alho, galanga (gengibre tailandês), coentro, chalota, capim limão, limão, tamarindo, pasta de camarão e molho de peixe. Existem muitos pratos e sopas de vegetais para vegetarianos, além de especialidades que usam peixe, frutos do mar, porco, frango, pato, carne bovina e de búfalo. A evolução dos pratos aconteceu com base nos produtos regionais disponíveis e na influência de países vizinhos.

Alguns dos favoritos no menu são Tom Yum Goong (sopa de camarão apimentada), Som Tum (salada de mamão verde apimentada), Pad Thai (macarrão frito), Tom Kha Kai (sopa de frango com leite de coco), Gaeng Daeng (curry vermelho) e Khao Pad (arroz frito).

Entre viajantes, as opções populares são smoothies de frutas tropicais, panquecas de banana e a grande seleção de comidas de rua incluindo rolinhos primavera, macarrão ensopado e arroz glutinoso com manga fresca.


Viagens baratas e segurança

A Tailândia é o único país do Sudeste da Ásia que nunca foi colonizado por um país europeu. Em tailandês, eles dizem "Prathet Thai", que significa a terra dos livres. E em comparação a vários dos seus vizinhos, eles são muito abertos, amigáveis e tolerantes em relação ao assunto. Mas não se engane pensando que a resposta a crimes será mais branda por causa disso. As leis contra drogas são rígidas, as penalidades são severas e não há leniência especial para estrangeiros.

Crimes violentos contra viajantes são muito raros, e geralmente é seguro mulheres viajarem sozinhas. Mas, como sempre, é bom tomar cuidado com seus pertences e prestar atenção em possíveis golpes com cartões de crédito, principalmente em cidades grandes, como Bangkok ou Pattaya, ou em resorts populares no sul do país.

A boa notícia é que a Tailândia oferece uma experiência realmente exótica por um preço que cabe em todos os orçamentos. É possível viver e visitar sem gastar muito, mas o custo varia bastante de acordo com a forma de viajar e dependendo do que você quer fazer.

O povo tailandês é gentil, amável e muito acolhedor com estrangeiros, e se voluntariar com alguns dos vários anfitriões do Workaway na Tailândia reduz os custos com acomodação e alimentação. Através do trabalho voluntário no Workaway, você conhecerá os moradores locais e receberá convites para entrar nos lares, o que trará a oportunidade de aprender o idioma, explorar a cultura e aproveitar a culinária maravilhosa do país.

Entre suas viagens de trabalho voluntário, você pode usar algumas das dicas compartilhadas neste post por um casal viajando pelo Sudeste da Ásia para ajudar a cortar gastos.. Você também pode se interessar em ler este post de uma Workawayerpara descobrir como viajar sem gastar muito pode melhorar sua experiência de viagem. Continue lendo para ver mais dicas e conselhos sobre a Tailândia.


Clima na Tailândia

O clima na Tailândia é tropical o ano inteiro, com uma temperatura anual média de 28°C e muita umidade. Mas o país tem vários microclimas que variam com a altitude, precipitação, topografia e geografia de cada região. De forma geral, o ano se divide em três: a estação quente de março a maio, a estação chuvosa de junho a outubro, e a estação fresca de novembro a fevereiro.

Na região central, a umidade muda pouco e a temperatura varia entre 30ºC no inverno e 36ºC no verão. Apesar de no nordeste o tempo costumar ser seco, vários rios podem transbordar durante a estação chuvosa, e a temperatura varia entre 35ºC e 45ºC. No leste pode fazer ainda mais calor, mas a "estação fresca" pode ser bem confortável, com temperaturas entre 30ºC e 35ºC. Já a região sul tem praticamente só duas estações: a seca, de novembro a maio, e a úmida, com as chuvas de monções que acontecem de abril a outubro (são cerca de 2.400 milímetros de chuva ao ano). A temperatura varia menos aqui, ficando em torno de 30ºC.

Pesquise o clima da área que você planeja visitar e prepare sua bagagem de acordo. Visite nosso blog para ver truques de como fazer as malas para viajar pelo Sudeste da Ásia com o Workaway e outros conselhos e dicas de Workawayers veteranos,e continue lendo para ver mais dicas específicas sobre que lugares visitar na Tailândia.


Tailândia — Destaques Regionais

A Tailândia é dividida em quatro regiões. Apesar da unidade e força abrangentes da cultura tailandesa, cada região tem características culturais e geográficas únicas, e deve-se levar em conta também a influência dos países vizinhos.

Centro da Tailândia

Este é o centro político, econômico e cultural do país, e suas planícies férteis produzem a maior parte do arroz da Tailândia. A região central também tem a maior densidade populacional e a maior concentração de pessoas da etnia tailandesa. Bem no meio dela fica a vibrante capital, "a cidade dos anjos", ou...

  • Bangkok é uma cidade que nunca dorme, uma mistura de modernidade e tradição. O templo Golden Mount, a ponte Rama VIII e o Monumento à Democracia são grandes feitos de engenharia, que contrastam com os peculiares tuk-tuks usados como táxi e com os mercados flutuantes. "Khao San Road", bem no centro da cidade antiga, é o lar dos mochileiros. Nessa rua é possível encontrar qualquer serviço ou loja que um viajante possa querer. Ali perto estão o Grande Palácio Real, Chinatown e o local em que a massagem tailandesa surgiu, Wat Pho e seu Buda Reclinado gigante. Quem se interessa pela cultura tailandesa deve visitar os templos, especialmente os templos reais de primeiro grau, como Wat Suthat, Wat Arun ou Wat Ben.
  • Vá ao maior parque nacional do país, Kaeng Krachan, 190 km a sudoeste de Bangkok. A floresta tropical cobre a maior parte de sua área, e ele possui uma variada vida selvagem e vegetação tropical.
  • O Parque Nacional Khao Yai Parque Nacional Khao Yai fica 120 km a noroeste de Bangkok. Ele foi o primeiro parque nacional da Tailândia e é o segundo maior do país, reconhecido pela UNESCO como um Patrimônio Mundial. A cachoeira Haew Suwat ficou famosa no filme "A Praia", de Leonardo DiCaprio, e vale muito a pena a visita.

Norte da Tailândia

É uma região de grande beleza natural que combina florestas densas, vales de rios, montanhas acentuadas e fontes termais. Não é surpresa que o norte da Tailândia abrigue 34 parques nacionais e tenha mais 25 planejados para o futuro, a maior parte deles no norte da província de Phetchabun.

  • Visite o parque mais famoso da Tailândia, o Parque Nacional Doi Inthanon, lar do pico mais alto do país. Workawayers podem aproveitar o desafio e a sensação de encantamento ao escalar uma montanha, passar por cachoeiras impressionantes e observar a selva sem fim.
  • Explore as aldeias de tribos nas montanhas, cada uma com sua própria língua, tradição e artesanato. O melhor jeito de entender seu modo de vida é viver em meio às comunidades como voluntário e participar das cerimônias e celebrações, algo que costuma ser inacessível a turistas.
  • Hospede-se em Chiang Mai, considerada por muitos o coração cultural da Tailândia. A simpatia das pessoas, a comida boa e os preços acessíveis fazem da cidade um ponto central para nômades digitais e Workawayers. Ela é cercada por parques nacionais e campos de elefantes. Veja esta emocionante história de uma anfitriã com um santuário para elefantes.
  • Visite a antiga cidade de Chai Rai e sua província, onde Laos, Myanmar e Tailândia se encontram e formam o famoso "Triângulo Dourado", termo usado originalmente para a produção de ópio, mas que hoje se concentra em turismo e plantações de chá.
  • A cidade de Pai é popular com o público alternativo: ela tem oportunidades de voluntariado com permacultura, construção natural e ajudando pequenas pousadas para viajantes. Se você gosta de comida vegetariana e orgânica de produção local, e também gostaria de ter uma chance de participar de retiros de ioga e oficinas de terapia natural, esse pode ser o destino perfeito para você.
  • Por fim, perto da fronteira com Myanmar fica Mae Hong Son. Há opções de voluntariado para ajudar em hostels ou se envolver em programas de ajuda a refugiados de Myanmar.

Nordeste da Tailândia

Também conhecida como Isan, uma grande cadeia montanhosa separa a região do resto da Tailândia. Ela é habitada por uma maioria que fala laosiano e seu foco principal é a agricultura. Por ter muito em comum com seu vizinho, Laos, a cultura de Isan é predominantemente laosiana. Essa afinidade fica evidente na culinária, vestimentas, arquitetura dos templos, festivais e artes.

  • Em Ubon Ratchathani há anfitriões do Workaway que oferecem oportunidades para ajudar em fazendas sustentáveis ou em programas sociais e educativos. Por estar tão perto da fronteira com o Camboja, há muitas ruínas e relíquias espetaculares do grande Império Quemer para conhecer. Os templos mais famosos são Phimai e Phanom Rung.

Sul da Tailândia e as ilhas

O sul da Tailândia e as ilhas são populares graças às praias intocadas e aos resorts. Há anfitriões espalhados por todo o sul da Tailândia e pelas centenas de ilhas tanto no mar de Andaman quanto nas costas leste e oeste do Golfo da Tailândia. Talvez isso até motive você a fazer um curso de PADI. É fácil identificar a localização de uma ilha porque seu nome em tailandês é precedido por ko/koh/go/goh.

  • Hospede-se com um anfitrião do Workaway em Khao Sok, lar do Parque Nacional Khao Sok,a maior área de floresta virgem no sul da Tailândia, que acredita-se ser mais antiga e diversa do que a Amazônia.
  • Encontre o paraíso no mar de Andaman. Vá para a maior ilha tailandesa, Phuket, com acesso aos pontos de mergulho da baía de Phang Nga, Koh Phi Phi e as ilhas Similan e Surin. Descubra a rochosa e charmosa Krabi, com montanhas, florestas e praias. Vá mais ao sul para visitar a pacífica Koh Lanta, ou continue até chegar a Ko Lipe, parte do Parque Nacional Marinho de Tarutao.
  • Atravesse para a costa oeste do Golfo da Tailândia. As praias nessa parte da costa não são tão incríveis, mas você pode pegar uma balsa de Surat Thani para Koh Pha Ngan e participar de uma festa da lua cheia, ou ir a Koh Samui, cercada de palmeiras, e seguir para a meca do mergulho em Koh Tao.
  • Pegue uma balsa em Trat para explorar as ilhas da costa leste do arquipélago de Ko Chang, bem próximo da fronteira com o Camboja. Você pode escolher entre quarenta ilhas: Ko Chang, Ko Mak e Koh Kood são destinos populares.

Voluntariado na Tailândia

Workaway é a comunidade líder mundial de intercâmbio cultural e voluntariado. Quem está mochilando sozinho pela Tailândia terá várias chances para conhecer e se conectar com moradores locais, mas o Workaway também oferece muitas oportunidades para casais, amigos, famílias e grupos. Os vários anfitriões do Workaway oferecem aos voluntários acomodação e refeições gratuitas em troca de algumas horas de trabalho por dia, geralmente cinco dias por semana. É a forma perfeita de conseguir bancar sua viagem na Tailândia ou até prolongar sua estadia. O anfitrião perfeito está esperando para receber você na Tailândia, seja nas regiões montanhosas no norte ou nos paraísos litorâneos no sul, cidades ou fazendas no interior, até mesmo locais remotos para mergulhar na natureza e na vida local. Não importa se você está explorando em suas férias de verão ou procurando uma aventura em um ano sabático, as oportunidades de voluntariado são quase ilimitadas. E nós garantimos que você vai aproveitar como nunca.

Voluntarie-se no exterior: encontre o anfitrião perfeito na Tailândia

Participando da comunidade Workaway, você pode usar os milhares de comentários e avaliações para encontrar o anfitrião perfeito para você. Compartilhe cultura, habilidades e idiomas com comunidades locais, projetos e famílias que oferecem uma ampla gama de programas, projetos e trabalhos voluntários. Se quiser fazer um mochilão pelas áreas mais remotas da Tailândia, use nosso filtro regional para ver muitas ofertas que ficam bem distantes dos pontos turísticos de sempre. Combinar essas oportunidades menos conhecidas a uma estadia com uma das várias famílias ou organizações cadastradas como anfitriões das cidades, povoados e resorts da Tailândia é a forma ideal de aproveitar toda a diversidade do país.

Viaje e faça a diferença

Quem não gosta de passar as férias em um badalado ponto turístico relaxante? Porém, viajantes com interesse em criar uma conexão mais profunda com o país que visitam e que querem realmente fazer a diferença encontrarão oportunidades perfeitas ao se cadastrarem no Workaway. Quer saber mais sobre a cultura da Tailândia? Se voluntariar é a maneira perfeita de praticar o intercâmbio cultural: o viajante tem uma experiência inesquecível enquanto faz algo útil, como colaborar em um projeto ecológico, ajudar com tarefas domésticas ou cuidar de crianças ou animais. Ao trabalhar e viajar na Tailândia, você terá a oportunidade perfeita de conhecer esse país único, as regiões que o formam, sua natureza e seu povo.

Trabalho e saúde na Tailândia

Se planeja visitar a Tailândia como voluntário e não como turista, você deverá ter o visto adequado. Para ter informações atualizadas, entre em contato com a embaixada localizada em seu país antes de viajar. E não se esqueça de contratar um seguro adequado para garantir assistência médica caso seja necessário! Não importa se a ideia é se aventurar na floresta tropical em busca de tigres, escalar o Doi Inthanon, visitar várias ilhas, mergulhar nos corais de Koh Tao, passear pelo Triângulo Dourado ou conhecer as tribos nas montanhas, a Tailândia está pronta para receber você.

Se você ainda não sabe se trabalho voluntário é a melhor opção para você, veja este post inspirador sobre como Alex comemorou seu aniversário de 30 anos de forma ética em um projeto autossustentável em Koh Phangan, assista ao vlog em que Matt documenta sua viagem com o Workaway na Tailândia ou, se você fala espanhol, clique para ver o vlog no Workaway tv sobre "impressões do Workaway na Tailândia". Por que esperar mais? Cadastre-se no Workaway e comece a planejar a viagem da sua vida!